Arquivo Estatal de Napoli

IT-NA0501

Estado de indexação

Parcial

Registo Civil

Os Arquivos do Estado de Napoli albergam as fontes Stato civile di Napoli e Stato civile della provincia di Napoli de 1809 a 1865.

Para os anos 1865-1900 há um 2º Inventario das Atas do Registo Civil de Napoli e província, que recolhe também os Registos de cidadania (sobre todo para o cambio de residência), pero apresenta muitas lacunas.

Recenseamento militar

O Arquivo provincial de Recrutamento de Napoli conserva as Listas de Recrutamento dos jovens chamados ao exame médico militar das classes 1842 ao 1949.

Numero de recenseamento militar e de sorteio para o serviço militar

No Distrito Militar de Napoli (classes 1853-1910); Distrito Militar de Aversa (classes 1853-1910); Distrito Militar de Nola (classes 1853-1910) estão os expedientes, que registram serviço militar prestado, as campanhas militares e o corpo de Exército alocado até a exoneração (soldados rasos e suboficiais).

Fontes em Linha

O instituto dispõe duma base de dados interna dos expedientes militares dos três distritos do 1901 ao 1910.

Outras Fontes no Arquivo

Entre os fundos de grande interesse para a investigação genealógica assinalam-se:

  • Cadastro onciário : ( 2ª metade do século XVIII, inventario 0451 (http://património.archiviodistatonapoli.it/asna-web/catalogo/contesto-storico/progettare-futuro/esito.html) ) que permite reconstruir os livros de família da população residente nas prefeituras da Itália meridional que formavam parte do Reino de Nápoles.
  • Cadastro Provisional da cidade de Napoli: O Cadastro muratiano (de Murat) se divide em seções e compreende livros cadastrais e suplementos (livros de mudanças de residência e as seções).
    os livros cadastrais contêm informação dl proprietário, a descrição de suas propriedades, o seu valor em ducados, uma coluna para as transações). As inscrições sucessivas de novos proprietários foram feitas segundo a ordem cronológica dos anexos.
    Os Estados de seção respondem à descrição sistemática do território dividido em partes: as unidades cadastrais se colocam numa lista em ordem progressiva, chamada artículos do estado da seção, que por sua vez formava parte das “Ilhas” numeradas e dotadas duma denominação significativa desde o ponto de vista topo-onomástico. Varias Ilhas formam um bairro.
    A inicios do século XIX Nápoles estava dividida em 12 bairros e vários povos. A digitalização dos bases de dados do Arquivo Estatal de Napoli Avvocata, Chiaia, Mercato, Montecalvario e Pendino, que contêm os volumes do Estado de Seção, o Cadastro, e os livros cadastrais, em ordem alfabética, com a lista de todas as partidas.
  • Questura di Napoli – Archivio generale, Polizia amministrativa , I serie, Passaporti ed Emigrazione. A base de dados “Passaporte e Emigração”, subsérie da Divisão de Polícia Administrativa dos arquivos gerais da Sede da Polícia de Napoli, para os anos 1888-1901, permite-nos navegar através de 22.000 ficheiros com o nome de pessoas que estiveram várias vezes envolvidas nos grandes movimentos migratórios dos finais do século XIX: requerentes de passaporte e emigrantes sob a vigilância das autoridades de segurança pública.
    Os ficheiros contendo os nomes das pessoas que emigraram, permanente ou temporariamente, da cidade e dos arredores de Napoli, principalmente das classes profissional, artesanal e operária; ao mesmo tempo, através da vigilância activa levada a cabo pela Sede da Polícia de Napoli e pela delegação de segurança pública dependente desta e activa no movimentado porto da cidade, pintam um quadro do êxodo do campo do Sul de Itália, que explodiu no final do século.
    O utilizador poderá pesquisar entre um número estimado de mais de 30000 nomes, registados pela Questura de uma das três cidades portuárias mais importantes de Itália.

Patrimonio archivistico